Grupo que analisa o Projeto das Fake News reúne-se nesta terça

Depositphotos
Grupo pretende aprimorar a proposta, já aprovada pelos senadores

O grupo de trabalho criado pela Câmara dos Deputados para analisar e elaborar parecer sobre o Projeto de Lei 2630/20, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, realiza audiência pública nesta terça-feira (10) para discutir medidas de transparência e de prestação de contas.

Assista no YouTube.

O projeto, do Senado, cria medidas de combate à disseminação de conteúdo falso nas redes sociais e nos serviços de mensagem privada. O texto, que ficou conhecido como PL de combate a fake news, tem mais de 70 propostas apensadas até o momento.

O debate foi proposto pelos deputados Filipe Barros (PSL-PR); Natália Bonavides (PT-RN); Rui Falcão (PT-SP); Lídice da Mata (PSB-BA), que foi relatora da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News; e Orlando Silva (PCdoB-SP), que é relator do grupo de trabalho.

Foram convidados para debater o assunto, entre outros:
– a gerente de Política Públicas do Facebook no Brasil, Rebeca Garcia;
– a coordenadora executiva do Intervozes, Ramenia Vieira; e
– o coordenador digital de Combate à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Thiago Rondon.

Confira a lista completa de convidados

A audiência será realizada a partir das 9 horas, no plenário 7.

O grupo
Instalado no início de julho, o colegiado é coordenado pela deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) e pretende aprimorar a proposta, já aprovada pelos senadores, que cria medidas de combate à disseminação de conteúdo falso nas redes sociais e nos serviços de mensagem privada.

Depositphotos Grupo pretende aprimorar a proposta, já aprovada pelos senadores

O grupo de trabalho criado pela Câmara dos Deputados para analisar e elaborar parecer sobre o Projeto de Lei 2630/20, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, realiza audiência pública nesta terça-feira (10) para discutir medidas de transparência e de prestação de contas.

Assista no YouTube.

O projeto, do Senado, cria medidas de combate à disseminação de conteúdo falso nas redes sociais e nos serviços de mensagem privada. O texto, que ficou conhecido como PL de combate a fake news, tem mais de 70 propostas apensadas até o momento.

O debate foi proposto pelos deputados Filipe Barros (PSL-PR); Natália Bonavides (PT-RN); Rui Falcão (PT-SP); Lídice da Mata (PSB-BA), que foi relatora da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI ) das Fake News; e Orlando Silva (PCdoB-SP), que é relator do grupo de trabalho.

Foram convidados para debater o assunto, entre outros:
– a gerente de Política Públicas do Facebook no Brasil, Rebeca Garcia;
– a coordenadora executiva do Intervozes, Ramenia Vieira; e
– o coordenador digital de Combate à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Thiago Rondon.

A audiência será realizada a partir das 9 horas, no plenário 7.

O grupo
Instalado no início de julho, o colegiado é coordenado pela deputada Bruna Furlan (PSDB-SP) e pretende aprimorar a proposta, já aprovada pelos senadores, que cria medidas de combate à disseminação de conteúdo falso nas redes sociais e nos serviços de mensagem privada.

Da Redação – ND

56ª Legislatura – 3ª Sessão Legislativa Ordinária

Fonte: Agência Câmara Notícias